Os Mortos-Vivos: Um clássico exemplo de abrasileiração escrota

E aí nobres bacharéis e diplomatas, para fechar com chave de ouro essa semana trago-vos um post que irá deixá-lo embasbacados. Pois bem, como no Brasil se fala o brasileiro português é um tanto quanto óbvio que títulos de filmes e até mesmo HQ’s sejam adaptados para o público local. Usando o exemplo da DC, no caso do Super-Homem (Superman).

Mas em determinadas ocasiões parece que as pessoas que fazem esse tipo de serviço pisam na bola, em outros vocábulos, fazem merda. Exemplificando o caso do último filme do Capeitão Capitão América, o título original é Captain America: The Winter Soldier, primeiramente o título brasileiro foi Capitão América: O retorno do primeiro vingador. Depois de muita reclamação dos fãs tetudos, mudaram para uma forma mais aceitável, Capitão América 2: O Soldado Invernal.

Agora vocês devem está se indagando, o que diabos tudo isso tem a ver com a Image Comics? A resposta é bem simples. Aqui no Brasil a HQ The Walking Dead é publicada pela HQM Editora. Até aí tudo bem, mas o problema é como eles chamam a HQ, Os Mortos-Vivos. Isso mesmo, Os Mortos-Vivos!!!!!!!! Que porra é essa? Isso remete aqueles filmes B dos anos 80 e início dos anos 90.

O que custava manter o nome original? Já que essa marca é conhecida mundialmente. E mesmo as pessoas que conhecem apenas a série de tv, como vão associar essa HQ com o seriado? Nunca vão advinhar que Os Mortos-Vivos e The Walking Dead são as mesmas coisas. Isso é para ver que burrice não é exclusividade dos mais burros.

Ê HQM, ê HQM…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s